Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 8 Julho de 2014

 

Apresentam na Venezuela oportunidades comerciais de Cuba

Laura Becquer Paseiro

CARACAS.— As possibilidades de Cuba como destino comercial foram apresentadas em 7 de julho, nesta capital, a centenas de empresários venezuelanos, como parte da promoção internacional que se vem realizando, para explicar os benefícios da Lei do Investimento Estrangeiro, aprovada e implementada recentemente na Ilha maior das Antilhas.

Apresentam na Venezuela oportunidades comerciais de Cuba

 O ministro cubano do Comércio Exterior e do Investimento Estrangeiro, Rodrigo Malmierca, explicou que a campanha é realizada em diversos países, mas sobretudo naqueles com uma ativa relação econômica com Cuba, tal é o caso da Venezuela.

 A esse respeito, comentou à imprensa que as relações comerciais entre ambos os países têm um alto nível e que são baseadas nos princípios expostos na hora pelos líderes Hugo Chávez e Fidel Castro, no sentido de promover uma cooperação de novo tipo, baseada na complementaridade.

 Nesse sentido, o ministro cubano comentou que entre as políticas contempladas se inclui o investimento como um elemento ativo no desenvolvimento de determinados setores da economia e norteá-lo rumo à substituição de importações de maneira eficiente. E precisou que os setores agrícola e florestal, o turismo, a indústria, o transporte e a biotecnologia, são alguns dos principais setores em que se poderá investir.

 Malmierca manifestou, ainda que a Lei do Investimento Estrangeiro, aprovada em 29 de março passado pelo Parlamento cubano, é aplicada de forma paralela à criação de zonas especiais de desenvolvimento, como a de Mariel, a 45 quilômetros a oeste de Havana.

 Por outro lado, a presidenta do Conselho Bolivariano de Industriais, Empresários e Microempresários, Fanny Suárez, afirmou que muitos deles estão interessados em investir em Cuba.

 A diretora geral da Zona de Desenvolvimento Especial de Mariel, Ana Teresa Igarza, disse que nessa Zona se poderá investir em igualdade de condições, sendo muito atraente pela posição geográfica privilegiada e ainda pelas facilidades do regime tributário.

 A apresentação destas oportunidades comerciais de Cuba teve lugar, ainda, noutros países, como Vietnã, China e no Brasil.

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir