Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 27 Outubro de 2014

 

Vitória de Dilma abre nova etapa de mudanças para o Brasil

  BRASÍLIA.—A atual presidenta brasileira, Dilma Rousseff, venceu no domingo, 26 de outubro, no segundo turno das eleições gerais a seu rival do Partido da Socialdemocracia Brasileira (PSDB, da direita), Aécio Neves, e se manterá na frente do país nos próximos quatro anos para continuar a obra econômica e social do Partido dos Trabalhadores (PT).

 Com 99,98 % dos votos escrutados, o Supremo Tribunal Eleitoral brasileiro informou que Rousseff obteve 51,64% dos sufrágios, enquanto Neves ficou com 48,36%.

 Assim encerra uma das campanhas eleitorais mais renhidas das últimas décadas.

 Rousseff agradeceu em seu discurso de vitória a todos aqueles que a apoiaram durante a campanha, especialmente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2002-2010), a quem qualificou como “militante número um das causas do povo do Brasil”.

 A presidente disse que entendia a reeleição como um voto de esperança do povo para melhorar o governo. "Quero ser presidente muito melhor do que fui até agora”, acrescentou.

 Assegurou que mudança foi a palavra que marcou a intensa campanha eleitoral. “Minha disposição mais profunda é liderar da forma mais pacífica e democrática este momento transformador”.

 Convocou todos os brasileiros à unidade para melhorar o país. Ainda, mostrou-se convicta de que a acirrada luta eleitoral não deixou dividido o país e disse que esse espírito deve ser utilizado para levar adiante os debates para as mudanças necessárias no país.

 A presidente reeleita também prometeu um plebiscito com a população para discutir a reforma política. "Nós vamos encontrar a força e a legitimidade para levarmos à frente a reforma política. Quero discutir este tema profundamente com o novo Congresso Nacional e com toda a população brasileira", disse.

 Por seu lado, o candidato do PSDB reconheceu a derrota e contou que ligou a Rousseff para parabenizá-la pelo triunfo e desejar-lhe sucessos na condução do seu governo.

 A vitória da atual presidente ratifica a busca de um país mais inclusivo com ênfase nos projetos sociais, que teve início em 2002 com a vitória de Lula da Silva.

 Chefes de Estado e de Governo do mundo todo felicitaram a presidente reeleita.
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir