Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 24 Setembro de 2014

 

EL SALVADOR
Rumo à consolidação de mudanças sociais

Odalys Troya

A 31ª Convenção Nacional da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FLMN) marcou o início duma nova etapa rumo à consolidação das mudanças sociais em El Salvador, segundo meios políticos desta capital.

Com o objetivo das eleições para prefeitos e parlamentares de 1º de março de 2015, o partido da esquerda apresentou seus candidatos na reunião anual, efetuada no Centro Internacional de Feiras e Convenções.

A FMLN busca mais prefeituras e mais deputados na Assembléia Legislativa e no Parlamento Centro-Americano para aprofundar as transformações a favor do povo, iniciadas em 2009, bem como outras impulsionadas a partir dos Acordos de Paz em 1992.

O secretário-geral da Frente, Medardo González, considera que a FMLN tem feito importantes contribuições à infância, à juventude, às mulheres, às pessoas deficientes e aos idosos, não só mediante leis, mas também de políticas públicas e ações desde o Executivo que têm permitido combater a desigualdade.

Todo este trabalho tem sido contra a corrente, porque os setores da direita não querem que o país se desenvolva e que tenha uma economia incluível, disse.

González explicou que com essa Convenção, o partido da esquerda concluiu um processo democrático interno para eleger seus representantes nas próximas eleições.

Combinaram a participação de toda a militância, que em seu conjunto somaram mais de 30 mil membros, o debate, o consenso e a decisão por voto secreto, detalhou.

No processo também se elaboraram as plataformas legislativa, municipal e para o Parlamento Centro-Americano, as quais estão em coerência com o programa de governo El Salvador Adiante, e que foi oferecido ao país nas passadas eleições presidenciais.

Estas propostas foram debatidas e enriquecidas em 14 assembleias departamentais e aprovadas pelos convencionistas para que os candidatos as tenham como ferramenta fundamental em seus contatos com a população.

"A FMLN se tem adaptado aos diferentes momentos em sua história. Temos transitado por diferentes etapas de luta. Com os Acordos de Paz fizemos nascer a democracia e continuamos trabalhando pelo bem-estar do povo salvadorenho", afirmou o dirigente político.

"Tendo hoje nosso companheiro Salvador Sánchez Cerén como presidente e Oscar Ortiz como vice-presidente, podemos dizer missão cumprida", expressou.

O secretário-geral afirmou que está na hora que a FMLN reafirme os princípios e faça uma avaliação profunda sobre como adequar o partido para assumir as novas responsabilidades e desafios.

Neste sentido, anunciou que preparam "para realizar o primeiro Congresso da FMLN, nos finais do ano próximo".

O partido tem como desafios eliminar a pobreza, fazer uma melhor distribuição da riqueza, conquistar maiores níveis de desenvolvimento e construir um país digno, baseado no diálogo e no trabalho com as pessoas.

Além disso, continuar com a corrente progressista, democrática e revolucionaria latino-americana, que vai ganhado espaços através das mudanças que chegaram para ficar e que consolidam o caminho rumo a um horizonte de emancipação dos povos, manifestou. (PL)
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir