Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 23 Abril de 2014

 

ALIANÇA BOLIVARIANA PARA OS POVOS DA NOSSA AMÉRICA—TRATADO DE COMÉRCIO DOS POVOS

Comunicado Especial

OS países da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América—Tratado de Comércio dos Povos (ALBA-TCP) conheceram com preocupação das estarrecedoras revelações feitas pela agência estadunidense de imprensa Associated Press (AP), acerca da criação secreta de um ‘Twitter cubano’ para provocar instabilidade na República de Cuba, projeto que foi planejado, financiado e executado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid), tudo o qual tem sido confirmado pelos porta-vozes da Casa Branca e o Departamento de Estado e o próprio administrador da Usaid, durante uma audiência no Senado dessa nação e rejeitado por setores da sua sociedade.

 O ALBA—TCP repudia este novo projeto subversivo, de ingerência e ilegal contra nossos povos, executado com todas as características de uma operação encoberta, que violou flagrantemente o direito internacional e a soberania nacional de Cuba, pois tinha como propósito deliberado criar situações de desestabilização, com o fim de provocar o derrocamento da ordem política, econômica e social deste país. Ainda, observa que foram infringidas as regulamentações internacionais referidas ao emprego das mensagens Spam e a privacidade da informação e as comunicações pessoais, pois lançaram mão da obtenção ilegal de dados dos usuários cubanos e o envio em massa de mensagens SMS aos seus celulares, sem seu conhecimento e consentimento prévios.

 A Aliança rejeita, energicamente, o emprego das novas tecnologias da informação e as comunicações (NTICs), para estabelecer uma plataforma com o fim de fornecer serviços de telecomunicações ilícitos para Cuba a partir do exterior, implementados através do emprego de uma extensa rede de empreiteiros privados, empresas fachadas, servidores informáticos e contas bancárias em diversos países, com o objetivo de esconder o envolvimento direto de agências governamentais estadunidenses na sua realização.

 A ALBA-TCP, que já soube de antecedentes similares contra outros governos legítimos e democraticamente eleitos dos seus Estados membros, exige o cessar imediato destas práticas ilegais e imorais; destaca que a cooperação internacional é o único caminho para o emprego pacífico e legítimo das NTICs em função do desenvolvimento e do bem-estar dos povos; une-se em solidariedade com a República de Cuba e condena energicamente esta nova operação subversiva, e ao mesmo tempo espera a colaboração por parte dos países cujo território foi utilizado de forma ilícita pela Usaid para agredir Cuba.

 Caracas, 19 de abril de 2014.

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir