Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 16 Julho de 2014

 

Pobreza no Equador diminuiu 12 pontos em sete anos

OS indicadores da pobreza no Equador registraram uma diminuição significativa de 12 pontos, nos últimos sete anos, período durante o qual se quantifica o maior investimento da América Latina.

Assim foi informado pelo ministro da secretaria nacional de Planejamento e Desenvolvimento do Equador (Senplades), Pabel Muñoz, que assinalou que os sucessos atingidos se devem a uma decisão política, por tal motivo uma mudança de perspectiva traria desequilíbrios.

Muñoz expressou que atualmente o país tem o maior investimento da América Latina, 15% do PIB é destinado à construção de estradas, centros de saúde, escolas e hospitais.

"Nós recebemos o país com um índice de pobreza de 37,5% e fechamos o ano 2013 com 25,5% . A mensagem é que neste período (sete anos) o índice de pobreza foi reduzido em 12 pontos. Por outro lado, o coeficiente de Gini, que mede a desigualdade, desceu de 0,55 para 0,47, isto é, a desigualdade diminuiu oito pontos", acrescentou.

"O assunto é que se têm adotado decisões importantes na política pública. Privilegiamos o pagamento da dívida social à externa, fizemos uma renegociação de contratos petroleiros com muito sucesso, repatriamos capitais que o setor financeiro mantinha ociosos e os colocamos ao serviço da produção nacional; por tal motivo, estas são decisões políticas destinadas ao pagamento da dívida social e ao investimento produtivo".

Muñoz afirmou que "a diminuição da pobreza é prioridade do governo, e depois está a mudança de matriz produtiva que é um processo que avança, primeiro porque temos criado condições estruturais para garantir o setor produtivo e estamos mudando a matriz energética".

Durante o relatório de gestão do primeiro ano de seu segundo mandato, o presidente equatoriano Rafael Correa afirmou que em seu país, a Revolução Cidadã demonstrou que "se pode governar bem, com qualidade e igualdade, e é justamente isso que estamos fazendo". (Contrainjerencia.com)
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir