Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

N o s s a   A m é r i c a

Havana, 12 Agosto de 2014

 

Criticam na Argentina plano subversivo dos EUA contra Cuba

A dúbia moral do governo estadunidense faz com que o que em casa se considere um crime seja uma atividade virtuosa quando se pratica no exterior

BUENOS AIRES. — Quando se trata de Cuba ou de outros países aos quais quer subverter, o governo dos EUA aplica métodos que expressam sua “infame dúbia moral”, expressou nesta segunda-feira (11) o argentino Atílio Borón.

Num comentário publicado no jornal Página 12, e que também circula pelas redes sociais, Borón critica a violação que constituiu para a soberania cubana o plano executado através da Agência de Desenvolvimento Internacional dos Estados Unidos (Usaid) com a utilização de uma suposta ONG com sede na Costa Rica.

A operação clandestina, lançada em 2009, foi revelada depois que a agência de notícias Associated Press (AP) publicara detalhes sobre a mesma.

Em essência, o plano consistia em enviar a Cuba, como turistas, um grupo de jovens da Venezuela, Peru e Costa Rica para promover a politização e rebeldia da juventude cubana contra o governo, com o pretexto de participar dum suposto evento contra a Aids.
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir