Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

M a i s   I n f o r m a ç õ e s

Havana. 5 de Fevereiro, de 2014

Cuba espera um bom ano turístico

MADRI.— “Cuba espera um bom ano turístico em 2014, com base em números iniciais, projeções mundiais e um plano de empreendimentos para ampliar suas ofertas”, expressou o ministro desse setor, Manuel Marrero.

 Num encontro em Madri com agentes de viagens, representantes de linhas aéreas e empresários ligados ao setor, Marrero precisou que, segundo o previsto, este mês será o melhor janeiro dos últimos anos com um aumento de 13%, aproximadamente, das visitas internacionais.

 O funcionário, que participou da 34ª Feira do Turismo (Fitur) de Madri, onde se reúnem quase 9 mil empresários de 165 países, reafirmou que o sol e a praia de Cuba continuam sendo a bandeira do produto cubano, acompanhado do legado cultural e histórico.

“Somos otimistas neste ano 2014, um ano para o qual, apesar da crise mundial, preparamos as condições para um salto na qualidade dos serviços, hotéis renovados e novas instalações, resultado do processo de obras”, explicou Marrero.

 Na presença do secretário-geral da Organização Mundial do Turismo, Taleb Rifai, seu representante para as Américas, Carlos Vogeler, e o embaixador cubano na Espanha, Eugenio Martinez, o ministro cubano explicou novidades da indústria turística cubana.

Nesta projeção também incluiu o desenvolvimento do setor não estatal, com a incorporação de 7 mil casas convertidas em hospedarias e 2 mil restaurantes que já foram incorporados nas ofertas das agências de viagens.

 Também lembrou que a província de Camaguey contará com novos hotéis, por ocasião dos 500 anos da fundação dessa cidade oriental, bem como a celebração de aniversários similares de cidades como Trinidad, Baracoa e Bayamo.

O programa de obras inclui a renovação no Paseo del Prado de Havana, dos hotéis Packard, Regis, Manzana de Gómez e outras instalações, tal como na praia de Varadero e nas ilhotas do norte do país.

Na vila de Trinidad, centro da Ilha, se constroem hotéis na praia Ancón, como parte dos empreendimentos onde se incluem novos projetos de empresas de capital misto cubano e internacional, para aproveitar o crescimento mundial, que se espera seja de 50 milhões mais de viajantes por ano.

Quanto à Espanha considerou que a reativação econômica prevista pode favorecer o incremento de visitantes, uns 73 mil em 2013, depois da afetação da crise, que fez com que caísse aos lugares 10 e11, após ocupar o terceiro pelo número de turistas em Cuba.

Cuba recebeu em 2013 mais de 2,8 milhões de visitantes estrangeiros (PL)

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir