Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

I N T E R N A C I O N A I S

Havana, 9 de Junho, de 2014

Continuam escutando-se as vozes pelos Cinco
• A 3ª Jornada Internacional pela Liberdade dos Heróis cubanos continua atraindo pessoas de boa vontade no mundo todo

WASHINGTON.— Mais de 500 pessoas vindas de 26 países, incluindo deputados de El Salvador, Equador, República Dominicana, Chile, Nicarágua e Alemanha, se reuniram em frente da Casa Branca, para exigir a liberdade de Gerardo Hernández, Ramón Labañino e Antonio Guerrero, três dos cinco lutadores antiterroristas cubanos que ainda permanecem nas prisões dos Estados Unidos.

Continuam escutando-se as vozes pelos Cinco

 Fazendo parte das atividades iniciais da 3ª Jornada Internacional pela Liberdade dos Cinco, que se celebra em Washington DC, entre 4 e 10 do presente mês, teve lugar um painel no qual participaram o presidente da União Nacional dos Escritores e Artistas de Cuba (Uneac), Miguel Barnet; a ativista política estadunidense Cindy Sheehan e o jornalista Ignacio Ramonet.

 Barnet realçou o caráter intelectual dos Cinco e sua estatura moral. Apesar das grades, disse, “os Cinco nunca deixaram de ser livres, ainda atrás das grades são mais livres do que o ar, o que lhes tem permitido continuar escrevendo e realizando obras de arte”. Com suas palavras em nome dos escritores e artistas de Cuba e em geral de todo o povo cubano, Miguel Barnet agradeceu aos presentes seu apoio e incansável luta pela liberdade dos Cinco.

 Sheehan, de sua parte, explicou que a dor de ter perdido seu filho, na injusta guerra do Iraque, a tinha feito compreender a dor das mães dos Cinco. Em uma mensagem clara, a ativista fez um apelo aos participantes a articular um movimento de tais proporções que torne insustentável à administração estadunidense manter presos os cubanos. “Devemos exigir sua libertação”, disse Cindy Sheehan, “não rogar por ela”.

 As palavras finais foram proferidas por Ramonet, quem sublinhou o fato de ter sido Cuba um dos países que mais sofreu ataques terroristas, a maioria provenientes do território dos Estados Unidos.

 O escritor e jornalista franco-espanhol conclamou a pôr fim à política de bloqueio e a exclusão de Cuba da chamada Lista de países que patrocinam o terrorismo.

 O plano de atividades inclui, além do mais, uma cerimônia de recordação do ex-chanceler chileno Orlando Letelier e sua assistente Ronni Moffitt no Dupont Circle, lugar onde foram assassinados em 1976, por causa de uma ação terrorista na qual participaram elementos de origem cubana.

 Para a segunda-feira, 9 de junho, os deputados e membros de parlamentos estrangeiros que participam da Jornada visitarão o Congresso federal, onde explicarão a suas contrapartes estadunidenses a necessidade de pôr fim à injustiça cometida contra os Cinco Heróis cubanos.

- Prêmios Nobel enviam mensagem a Jornada pelos Cinco em Washington

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir