Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

I N T E R N A C I O N A I S

Havana, 28 Outubro, de 2014

O mundo pronuncia-se hoje sobre o bloqueio

NAÇÕES UNIDAS.— A voz do mundo será escutada novamente hoje, 28 de outubro, quando se efetue a vigésima terceira votação na Assembleia Geral das Nações Unidas de um projeto sobre a necessidade de levantar o bloqueio norte-americano contra Cuba.

 Sob o título “Necessidade de pôr fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos da América contra Cuba”, o texto será submetido à consideração de mais de 190 estados representados no organismo internacional.

 Ninguém duvida da uma nova derrota de Washington, pelo qual as expectativas se reduzem ao resultado definitivo do sufrágio.

 A recusa do bloqueio estadunidense contra Cuba gera hoje na ONU um consenso inusual entre países do Sul e do Norte, unidos na demanda de pôr fim ao castigo unilateral imposto há mais de meio século.

  Merece destaque o acompanhamento de quase o mundo todo a esta causa. Inclusive a União Europeia, grande aliada dos Estados Unidos noutros temas, aceita que o bloqueio não tem razão alguma de ser, advertiu em declarações à Prensa Latina o embaixador equatoriano na ONU, Xavier Lasso.

  Desde 1992 a Assembleia acolhe anualmente um projeto de resolução que demanda o fim do cerco econômico, comercial e financeiro vigente por mais de meio século, iniciativa sempre respaldada de forma categórica pela comunidade internacional.

 Na votação do ano 2013, 188 dos 193 membros da ONU pediram o cessar do castigo, que costuma receber qualificativos de genocida, criminal, injusto, imoral e herança da Guerra Fria.

 Somente os Estados Unidos e Israel votaram contra a iniciativa, enquanto se abstiveram Micronésia, Palau e as Ilhas Marshall.

 A superpotência com direito de veto no Conselho de Segurança voltará ao incômodo papel de nação questionada por seus atos, uma muito rara situação para a Casa Branca, apesar do seu amplo recorde de decisões à margem da comunidade internacional.
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir