Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

E S P O R T E S

Havana. 3 Junho, de 2014

Cubanos mantêm supremacia no
nível pan-americano

CUBA manteve sua supremacia no levantamento de pesos para homens no âmbito pan-americano, ao vencer com 601 pontos o campeonato da região, que teve lugar no Parque del Este, de Santo Domingo, capital da República Dominicana.


Iván Cámbar e Yoelmis Hernández, nas divisões de 77 e 85 quilos, conquistaram em conjunto cinco medalhas de ouro e uma de prata, no campeonato pan-americano de levantamento de pesos, na República Dominicana.

Depois de Cuba, que obteve oito medalhas de ouro, dez de prata e duas de bronze, ficaram a Colômbia e a Venezuela, com 597 e 496 pontos, respectivamente.

Com este resultado, os cubanos repetiram o sucesso conseguido no torneio do ano passado, que teve lugar na Ilha Margarita, Venezuela e conseguiram seis lugares para os Jogos Pan-americanos, que terão lugar em Toronto, Canadá, em 2015.

No ramo feminino, o primeiro lugar coube à Colômbia, cujas representantes acumularam 523 pontos, superando a Venezuela (489) e a República Dominicana (470).

A distinção de esportista mais destacado entre os homens coube ao colombiano Oscar Figueroa, da divisão dos 69 quilos, o qual conseguiu três medalhas de ouro.

Esse mesmo prêmio para as mulheres coube à anfitriã Yudelkis Contreras (53 quilos) dona de duas coroas e que impôs um novo recorde pan-americano no arranco.

Durante a jornada final das competições, o equatoriano David Arroyo, nos 105 quilos, conseguiu duas medalhas de ouro, no arranco e na soma total, com 180 e 285 quilos; além de uma medalha de prata no arremesso (205).

Nessa última modalidade (no arremesso) o cubano Alejandro Cisnero (com 206 quilos) foi o campeão; e o estadunidense Ian Wilson (200 quilos), obteve a medalha de bronze.

Acerca dos levantadores de peso cubanos, o chefe dos treinadores, Jorge Luis Barcelán, disse que seus discípulos tiveram um desempenho excelente, em um evento muito forte, no qual concorreram 247 esportistas de 23 países.

Barcelán explicou que este novo triunfo foi devido, em boa medida, à boa preparação e à disciplina dos seus alunos.

Expressou seu agradecimento à Federação Pan-americana de Levantamento de Pesos e a seu presidente, William Ozuba, pela possibilidade oferecida aos halterofilistas da Ilha maior das Antilhas, de treinarem durante as duas semanas prévias ao torneio na instalação onde teve lugar o campeonato, o que lhes permitiu estabilizar o peso corporal e o regime de trabalho e de descanso.

Ainda, elogiou a coesão entre os esportistas, os treinadores e o médico Raúl Chang, quem há apenas cinco meses que está trabalhando com a seleção nacional.

"Cada vez se torna mais difícil vencer um evento, pois as outras nações investem muitos recursos em prol do desenvolvimento; mas Cuba continua somando triunfos", reafirmou Barcelán, muito satisfeito e visivelmente feliz com a última atuação. (PL)
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir