Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

E S P O R T E S

Havana. 27 Fevereiro, de 2014

4ª World Series Mundial de Boxe
Domadores brilham em casa

 O time Domadores de Cuba se negou a ceder protagonismo e venceu novamente o Astana Arlans, do Cazaquistão, por 5-0, para reafirmar-se no primeiro lugar do grupo B, na World Series Mundial de Boxe.

 Embora o campeão defensor não trouxesse seus melhores boxeadores, fez valer a tradição que o distingue, pois os combates efetuados foram bem renhidos, numa Cidade Esportiva havanense, onde o peso pena Marcos Forestal venceu Bagdad Alimbekov.

 O campeão cubano manteve uma ofensiva intensa em todo o combate e está invicto em três combates, para desta forma não deixar dúvidas, ante um contrário que já tem sete triunfos e uma derrota em torneios deste tipo. “Estou bem preparado e isso me permitiu fazer um bom combate”, afirmou Forestal após deixar sem opções Alimbekov, tecnicamente desarmado porem muito combativo.

 O oitavo triunfo para o time caribenho, agora com 24 pontos, também incluiu a atuação do peso leve mosca Yosbany Veitia, do peso welter Yasnier Toledo, do peso médio Ramón Luis e do superpesado Erislandy Savón. Veitia chegou a cinco vitórias consecutivas, 2-1 contra Temirtas Zhussupov, com melhores golpes, embora o maior alcance de seu contrário fosse um obstáculo, acrescentado no segundo round. “Foi difícil por seus braços e a maneira em que esquiva com movimentos do corpo, mas sempre soube que podia vencer”, disse instantes depois de superar o visitante.

Toledo apelou a seu aval de duas medalhas de prata mundial e decidiu a sorte do encontro, ao vencer por 3-0 Ruslan Madiev, fixando em 3-1 seu balanço individual de vitórias e derrotas. Desta forma, foi uma desforra de sua derrota durante a apresentação em Azerbaijão, satisfação também desfrutada por Luis, ao vencer Yerik Alzhanovc por 3-0, em combate parado antes de terminar o último round. Uma ferida impediu que o cubano continuasse combatendo, mas sua atuação registrada pelos oficiais avalou seu quarto triunfo em cinco combates.

 O combate final foi para Savón, que soube combinar muito bem os golpes ante Arbek Abduganiev até provocar nocaute técnico no terceiro round, 3-0, registrado como seu terceiro triunfo antes do limite. “Realmente saí para fazer meu trabalho, sem pensar noutra coisa que manter a superioridade, mas saiu esta decisão e estou muito contente”, expressou o agora dono de cinco triunfos sem derrotas.

 Proximamente os cubanos receberão o time do Azerbaijão, e em 12 de março terão seu encontro adiado com os russos. (AIN)

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir