Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

E S P O R T E S

Havana. 22 Outubro, de 2014

XI Copa das Américas
Leuris e Eglys conquistam medalhas de ouro para Cuba no tiro esportivo

Roberto Méndez

O campeão olímpico cubano de Londres 2012, Leuris Pupo e sua compatriota Eglys de la Cruz, medalha de bronze em Pequim 2008, obtiveram, no sábado 18 de outubro, os títulos individuais da 11ª Copa das Américas de Tiro, que teve lugar em Guadalajara, México, e igualmente contribuíram ao triunfo de Cuba nessa lide, na competição por equipes, em ambos os sexos.

 Leuris, natural da província de Holguín, obteve 292 pontos na segunda etapa da pistola de tiro rápido 25 metros e uma pontuação total de 583, para passar na primeira colocação à etapa final, com seis atiradores. Previamente havia conseguido 291 pontos, no Clube Cinegético da capital de Jalisco para liderar essa fase da classificação.

 Nas oito séries finais Leuris foi o melhor, com 29 disparos qualificados de 10 pontos, (nas olimpíadas de Londres fez 34), para deixar na segunda e terceira colocações os estadunidenses Keith Sanderson (27) e Alexander Chichkov (21), respectivamente.

 Contudo, Pupo deverá participar de outro evento, para procurar a classificação olímpica, pois essa modalidade não concedeu vagas nesta ocasião.

 O outro cubano que esteve envolvido na discussão das medalhas, Jorge Félix Álvarez obteve 17 pontos e ficou na quarta colocação, segundo o site oficial do evento.

 Pupo com seus 583 pontos acumulados nas preliminares, mais os 567 de Álvarez e os 562 de Juan Francisco Pérez deram a Cuba a primeira colocação por equipes, com 1.712, seguida dos Estados Unidos (1.691) e o Brasil (1.661).

Por seu lado, Eglys, que já tinha vencido na carabina de ar feminino a 10 metros e com isso sua classificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016, teve outra atuação de destaque na carabina 3 posições feminino a 50 metros, ao completar 583 (194 de joelhos, 194 deitada e 195 em pé) na rodada de classificação e passar à etapa das medalhas como a de melhor desempenho.

 Na discussão da medalha de ouro ela e sua compatriota Dianelys Pérez (terceira com 581) lidaram encarniçadamente e conseguiram pontuações muito superiores a suas contrárias, nas dez rodadas, para assegurar as duas primeiras colocações.

 Como Eglys já tinha a classificação para a Olimpíada 2016, agora Dianelys Pérez conseguiu a vaga.

 A norte-americana Amanda Furrer (435.9) obteve a de bronze, superando sua colega Amy Sowash (425.1) e na quinta colocação ficou a cubana Linet Aguiar (413.5).

 Da mesma forma, o trio de Eglys, Dianelys (581) e Aguiar (576) ocupou o topo da lide por equipes, com 1.740 pontos, novo recorde continental, quebrando a marca de 1.732 das representantes dos Estados Unidos: Furrer, Sowash e Emily Holsopple, imposta há algo mais de um mês no Campeonato Mundial de Granada, Espanha. As norte-americanas ficaram agora na segunda colocação, com 1.736. Na terceira ficaram as do México, com 1.687. (Excertos tomados do semanário Jit)

 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir