Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

E S P O R T E S

Havana. 14 Maio, de 2014

Grande mestre filipino campeão
do Capablanca

Eyleen Rios lópez

O grande mestre filipino Wesley So subiu ao mais alto do pódio, do grupo Elite, do torneio internacional de xadrez Memorial Capablanca.

A vitória do asiático respondeu à conquista de 6,5 pontos em dez partidas, e com ele já são dois os campeões deste certame que não apareciam liderando a pré-classificação do evento, nas últimas 11 versões já efetuadas.

"Foi muito bom jogar em Cuba, que tem um público muito disciplinado e conhecedor", disse o novo campeão, quem considerou o resultado acima de suas expectativas. E declarou que estava disposto a retornar à Ilha caribenha.

Na última jornada, após findarem as partidas finais, o grande mestre cubano Lázaro Bruzón acabou com 5,5 pontos, superando a seu compatriota Leinier Dominguez, que totalizou cinco pontos. Depois, apareciam o húngaro Zoltan Almasi e o espanhol Francisco Vallejo, com 4,5 pontos.

Almasi foi o campeão do torneio do ano passado, cumprindo a mesma façanha do filipino So, pois superaram outros enxadristas que ocupavam o topo da clasisficação mundial.

Nessa jornada final, o grande mestre filipino So (2.731 pontos no ELO) com peças brancas, empatou com Almasi (2.693) em só 12 lances de uma abertura de peão-rainha. E Bruzon (2.682) e Leinier (2.768) empataram igualmente após 33 jogadas de um Gambito de Dama.

Lázaro Bruzon teve um desempenho claro, pois acabou invicto, tal como o filipino So, e acumulou 12 pontos para seu coeficiente ELO.

Na outra partida, também empataram Vallejo (2.700) e o ucraniano Vassily Ivanchuk (2.753), com apenas quatro pontos, pelo qual Ivanchuk acabou na última colocação entre os seis grandes mestres, longe da liderança que manteve nas seis participações anteriores neste torneio.

Enxadristas de Cuba venceram, ainda, nos grupos Premier, Aberto I e Aberto II, por intermédio do grande mestre Yusnel Bacallao (2.522), o Mestre Internacional Juan Carlos Obregón e o talento de 12 anos de idade César Alejandro Pérez, respectivamente.

Bacallao ficou na frente, mediante o sistema de desempate, para outros três jogadores que acumularam seis pontos, formado por Sebastian Bogner, da Suíça (2.593), Emilio Córdova, do Peru (2.616) e Isam Ortiz, de Cuba (2.588). Por seu lado, Obregón acumulou 8,5 pontos em dez partidas e César Alejandro Pérez 7,5 pontos em nove partidas.

No grupo Premier, o público aplaudiu também o mestre internacional Yasser Quesada (2.493), que obteve sua segunda norma de grande mestre, com cinco pontos. E no grupo Aberto I a enxadrista Sulennis Piña, que obteve sua terceira norma de mestre internacional. (Extraído do semanário Jit)
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir