Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

E S P O R T E S

Havana. 17 Setembro, de 2014

Mijaín outra vez com a glória
• Obteve a quinta medalha de ouro em torneios mundiais, em sua prestigiosa carreira, na qual também conquistou dois títulos olímpicos.

O cubano Mijaín López, da luta grecorromana, escreveu outra página de glória em sua bem-sucedida carreira esportiva, ao conquistar a medalha de ouro na final dos 130 quilos do Campeonato Mundial de Luta, realizado em Tashkent, Uzbequistão.


Mijaín mostrou novamente sua condição de fora-de-série.

López, bicampeão olímpico, venceu por 2-0 o turco Riza Kayaalp na discussão da medalha de ouro, no estilo grecorromano, pelo qual conquistou sua quinta coroa nestes certames universais. Mijaín conseguiu a medalha de ouro nos campeonatos de Budapeste 2005, Bakú 2007, Herning 2009 e Moscou 2010.

O combate decisivo resultou algo parecido a uma desforra, já que o lutador turco Kayaalp tinha vencido o representante de Cuba na discussão do primeiro lugar, no campeonato mundial que teve lugar em Istambul.

Em sua trajetória até a discussão do título, Mijaín López derrotou por 10-2, no primeiro combate, Murodjon Tuychiev, de Tadjiquistão, para depois dominar por 8-0 a Eduard Popp, da Alemanha.

Nas quartas-de-final, venceu por 6-0 o iraniano Behram Mehdizadeh, antessala de um duro enfrentamento, no qual teve que esforçar-se muito, para vencer o russo Bilial Makhov, por 1-0, em um combate muito renhido.

Em Tashkent, além da medalha de ouro conseguida por Mijaín, os lutadores da Ilha maior das Antilhas conseguiram uma medalha de prata e duas de bronze, estas últimas na modalidade livre para homens.

Reineris Salas (86 quilos), repetiu o segundo lugar de Budapest 2013, já que nesta ocasião perdeu na final para Abdulrashid Sadulaev, da Rússia, enquanto Yowly Bonne (61quilos) e Liván López (74 quilos) conseguiram as de bronze de suas respectivas divisões.

Com sete homens, e perante a oposição de países com tradição neste esporte, que levaram seleções completas, Cuba (1-1-2) ocupou a oitava colocação do quadro geral de medalhas, comandado pela Rússia (6-4-5), Japão (4-2-0), Armênia (2-0-0), Irã (1-4-4), Turquia (1-3-5), Azerbaijão (1-3-3) e os Estados Unidos (1-1-4). (Redação Granma Internacional)
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2013. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir