Presos Políticos do Império| MIAMI 5      

     

Só TEXTO|Assinatura jornal impreso| 

 C U B A

Havana. 1 Janeiro, de 2015

Cuba fortaleceu seus laços com
o mundo em 2014

Durante o ano 2014 Cuba estreitou vínculos em política exterior com diferentes nações. No fechamento, foi anunciado o restabelecimento das relações diplomáticas com os Estados Unidos  e se cumpriu a promessa de Fidel quando no ano 2001 afirmou que os Cinco heróis retornariam a sua terra.

Havana foi sede nos finais de janeiro de 2014 duma Cúpula histórica da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que terminou com a proclamação da região como uma Zona de Paz.      Foto de Juvenal Balan

O presidente Raúl Castro recebeu no início do ano sua homóloga brasileira, Dilma Rousseff. Juntos inauguraram a primeira fase do terminal de contêineres da Zona Especial de Desenvolvimento Mariel (ZEDM), situada  a 45 quilômetros ao oeste da capital, obra que busca fomentar o investimento estrangeiro, substituir importações e aumentar exportações, criar empregos e aceder a tecnologias modernas.   Foto de Juvenal Balan

Bolívia foi sede em junho de 2014 do encontro G-77, onde participou o presidente de Cuba, general-de-exército, Raúl Castro, e onde afirmou que “somente a unidade vai fazer prevalecer nossa ampla maioria”.  Foto de Estudio Revolución

Em 17 de julho teve lugar no Brasil a Cúpula da Celac-China, onde foi acordado fortalecer as relações do bloco regional com o gigante asiático.   Foto de Estudio Revolucion

A Cúpula Extraordinária da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América-Tratado de Comércio dos Povos (ALBA-TCP) sobre o Ébola, contribuiu para definir estratégias comuns para a prevenção e enfrentamento do vírus. O encontro teve lugar poucas semanas depois que os cooperadores cubanos do contingente “Henry Reeve” saíram rumo a África ocidental para apoiar às nações mais afetadas.   Foto de Ismael Francisco

A ALBA também comemorou em Havana seu 10º aniversário e os 20 anos do primeiro encontro entre os comandantes Fidel Castro e Hugo Chávez. Foi o momento propício para demonstrar, uma vez mais, que a América Latina e o Caribe estão mudando e começaram a andar.   Foto de Estudio Revolucion

Em dezembro, a capital cubana recebeu os líderes da Comunidade do Caribe para efetuar a 5ª Cúpula Caricom-Cuba, que concluiu com a ratificação da importância da unidade entre os povos em prol do desenvolvimento sustentável.   Foto de Juvenal Balan

Porém dezembro não só foi um mês de encontros com amigos. Em 17 de dezembro, os cubanos recebemos a melhor das notícias: nossos Cinco heróis finalmente estariam juntos na Pátria e, ao mesmo tempo, se iniciaria o processo para o restabelecimento das relações diplomáticas com os Estados Unidos.  Fotos de Estudio Revolucion, Juvenal Balan e Ismael Francisco

Quando termina este 2014, a maioria dos cubanos olhamos atrás e vemos orgulhosos o que um país tão pequeno e sujeito a um dos bloqueios econômicos, comerciais e financeiros mais prolongados da história, tem sido capaz de conseguir em matéria de política exterior.

Em 2014 Cuba participou de vários eventos de caráter global como o Fórum China-Celac  no Brasil, a Cúpula do G-77 + China na Bolívia, a 3ª Conferência Internacional da ONU sobre Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento em Apia, Samoa, e a Cúpula Ibero-Americana, no México, entre outros eventos.

Além disso, as visitas oficiais a nosso país de chefes de Estado e de governo, de vice-presidentes e chanceleres das mais diversas latitudes, demonstram um fortalecimento das relações internacionais da maior das Antilhas.

Entretanto, no plano multilateral, Havana foi sede de três importantes cúpulas, a da Celac nos finais de janeiro, bem como as da Caricom e a ALBA-TCP no final do ano. Esses eventos ratificaram a integração e protagonismo de Cuba em seu espaço geográfico e cultural.

Como fechamento dum ano excepcional na política exterior da Ilha, foi anunciado por Cuba e os Estados Unidos o restabelecimento das relações diplomáticas e se cumpriu a promessa de Fidel quando no ano 2001 afirmou que os Cinco heróis retornariam a sua terra.
 

IMPRIMIR ESTE MATERIAL


Diretor Geral: Pelayo Terry Cuervo. Diretor Editorial: Gustavo Becerra Estorino
HOSPEDAGEM: Teledatos-Cubaweb. Havana
Granma Internacional Digital: http://www.granma.cu/

  Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Italiano | Só TEXTO
Só TEXTO / Assinatura jornal impreso

© Copyright. 1996-2014. Todos os direitos reservados. GRANMA INTERNACIONAL/ EDICAO DIGITAL

Subir